Home Sarr depois de Paille e Mangala: uma tendência pessoal e o desafio pela frente

Sarr depois de Paille e Mangala: uma tendência pessoal e o desafio pela frente


Ana Luísa Magalhães

Tópicos

Defesa francês cedido pelo Chelsea ao FC Porto abriu a vitória frente ao Paços de Ferreira, para a Taça da Liga.

Ao décimo primeiro jogo de Malang Sarr pelo FC Porto, chegou o primeiro golo para o internacional jovem francês. “É uma grande sensação. Estou muito orgulhoso porque o golo foi muito importante para a equipa”, disse o central emprestado pelo Chelsea e que foi apenas o terceiro jogador gaulês a marcar na história dos azuis e brancos, depois do avançado Stéphane Paille (1990/91) e do também defesa Eliaquim Mangala (2011/12).

Numa perspetiva mais global, Sarr foi também portador de uma mensagem altamente confiante. “O grupo é fantástico, sinto que temos equipa para ganhar tudo. Temos jogadores de grande qualidade e uma equipa técnica que quer fazer-nos crescer para alcançarmos grandes coisas”, atirou o camisola 32 do FC Porto, que destacou ainda a união do grupo liderado por Sérgio Conceição: “Estamos todos juntos e todos queremos evoluir. Podemos fazer coisas muito boas com este grupo excelente.”

Ao abrir o marcador frente ao Paços de Ferreira (2-1 para a Taça da Liga), Malang Sarr também confirmou uma tendência pessoal. Marca pela terceira época consecutiva e tem agora o desafio de, pela primeira vez, assinar mais do que um golo na mesma temporada.





Source link

Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial