Plantel do Chelsea está avaliado em quase 800 milhões de euros. O do FC Porto “fica-se” pelos 236 M€.

Avaliada pelo “Transfermarkt” num whole 779,eight milhões de euros, o Chelsea, adversário do FC Porto nos quartos de remaining da Liga dos Campeões, é a sexta equipa mais valiosa do mundo (o Manchester Metropolis é líder, com 1,03 mil milhões de euros).

Kai Havertz, que foi comprado por 80 milhões de euros é o jogador com a cotação mais alta, ainda assim abaixo (70M€) do preço de custo.

O FC Porto, por sua vez, surge no 34.º posto (melhor português) do “rating”, com 236,1 M€, tendo em Corona (30M€) o mais caro.

Há, portanto, uma diferença de 543,7 milhões de euros entre o valor de mercado do plantel dos “blues” e o dos dragões. Na conferência de imprensa de antevisão ao encontro desta quarta-feire – 20h00 em Sevilha -, da primeira mão dos “quartos”, Sérgio Conceição fez uma breve comparação ente os orçamentos de ambas as equipas, apontando aos diferentes investimentos no último verão.

“Na vida não há impossíveis, vão-se defrontar duas equipas, cada uma com as suas valias, cada uma com a sua ideia de jogo, bem patente no que é a demonstração daquilo que o Chelsea e o FC Porto fazem semanalmente. Olhamos para o Chelsea e sabemos que será um teste muito mais competitivo do que aqueles que temos em Portugal, mas não olhamos para os 25 milhões de euros que gastámos e para os 250 milhões que eles gastaram. O Evanilson custou oito milhões e o Havertz custou 80… Se vamos pensar nisso, na nossa Liga podiam pensar o mesmo. Entram 11 contra 11 e, podendo variar pela estratégia, nunca há impossíveis. Aqui é o mesmo. Não é impossível passar”, sublinhou o treinador do FC Porto.





Supply hyperlink

Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial