Tal como Jorge Nuno Pinto da Costa havia anunciado na passada terça-feira, em entrevista ao Porto Canal, Otávio prolongou o vínculo com o FC Porto até 2025. Contratado pelos Dragões no fecho do mercado de verão de 2014, o camisola 25 tem assumido um papel de cada vez maior relevo no plantel portista e, agora, estende a ligação aos azuis e brancos por mais quatro temporadas.

Quando se mudou de Porto Alegre para a Invicta, Otávio period mais um adolescente brasileiro com o sonho de singrar na Europa. Nos primeiros tempos em Portugal, o jovem pure de João Pessoa representou a formação B do FC Porto antes de ser temporariamente cedido ao Vitória de Guimarães. Passou uma época e meia na Cidade Berço a título de empréstimo e representou o emblema vimaranense em 40 ocasiões, a maioria das quais às ordens de Sérgio Conceição.

No arranque da temporada 2016/17, o atleta de 1,72 metros regressou à casa que vai continuar a ser a sua por mais quatro anos. Desde então, o polivalente centrocampista realizou 177 partidas e marcou 19 golos de brasão abençoado ao peito. Com a chegada de Sérgio Conceição ao comando técnico dos Dragões, Otávio transformou-se num jogador completo e verdadeiramente essencial para os campeões nacionais dentro e fora do campo. Na última jornada da fase de grupos da presente edição da Liga dos Campeões, o médio de 26 anos envergou a braçadeira e capitão e assinou o primeiro golo da vitória portista na capital grega, frente ao Olympiacos. 

Rubricado o novo contrato em pleno Estádio do Dragão, válido até 2025, Otávio mostrou-se “muito feliz” por “ficar no FC Porto”, um clube onde se sente “em casa”. “É um sonho twister realidade”, acrescentou, prometendo “mostrar a mesma vontade e a mesma garra”. “Vou dar tudo dentro do campo como sempre fiz. Às vezes as coisas podem não sair bem tecnicamente, mas a vontade vai estar lá e nunca vou desistir. Podem ter a certeza de que vão ter de contar connosco até ao fim”, concluiu. 

Por sua vez, Jorge Nuno Pinto da Costa considera a renovação de Otávio como uma prova de que no FC Porto se trabalha “para o engrandecimento do clube”, “para a manutenção dos principais valores” e de que os portistas não se deixam afetar “pelas campanhas, pelo que se diz, nem pelo que é dado como certo”. “Quero dizer aos adeptos do FC Porto que estamos muito satisfeitos por termos encontrado uma solução e por sentirmos que o Otávio está com a mesma vontade com que chegou aqui no primeiro dia do seu ingresso no FC Porto”, declarou o líder máximo da instituição tripeira. Em jeito de despedida, o presidente deixou um recado: “Prepara-te porque vamos ter muitos jogos para ganhar ainda este ano e muitos jogos para deixarmos os invejosos ainda com mais inveja. Tenho a certeza de que vais contribuir para que as farmácias continuem a vender muito rennie”.

Jorge Nuno Pinto da Costa
“Esta é uma declaração para os nossos associados e simpatizantes que, perante tanta coisa que foi dita ao longo destes tempos, dando como certa a saída do Otávio para outros clubes. Quero dizer-lhes que acabámos de assinar um contrato que prolonga o vínculo do Otávio ao FC Porto até 2025. Isto é um sinal de que aqui se trabalha para o engrandecimento do clube, para a manutenção dos principais valores – dentro daquilo que é possível – e não somos afetados pelas campanhas, pelo que se diz, nem pelo que é dado como certo. Nem pelas fontes, normalmente inquinadas, que dão notícias sobre o FC Porto. Quero dizer aos adeptos do FC Porto que estamos muito satisfeitos por termos encontrado uma solução e por sentirmos que o Otávio está com a mesma vontade com que chegou aqui no primeiro dia do seu ingresso no FC Porto. Desejo-te as maiores felicidades, Otávio. Que continues a contribuir com o teu esforço e o teu valor para as vitórias do FC Porto. Prepara-te porque vamos ter muitos jogos para ganhar ainda este ano e muitos jogos para deixarmos os invejosos ainda com mais inveja. Tenho a certeza de que vais contribuir para que as farmácias continuem a vender muito rennie.”

Otávio
“Sinto-me muito feliz, sempre disse que queria ficar no FC Porto. Neste clube e neste país sinto-me em casa, fui sempre bem recebido e é um sonho twister realidade. Queria renovar o contrato e fico feliz por deixar as pessoas satisfeitas. É como o presidente disse, estou aqui com a mesma vontade com que entrei pela primeira vez e vou dar o meu máximo dentro de campo para ajudar a trazer mais títulos para este clube. É isso que posso prometer. Quando o presidente fala nós sentimo-nos felizes, mas quando o presidente fala no meu nome, do Sérgio ou do Pepe, fico ainda mais feliz. Eu vi a entrevista, nós estávamos a negociar e a primeira coisa que eu disse foi para se fechar o contrato porque estava tudo certo. Como o presidente disse, eu prometo mostrar a mesma vontade e a mesma garra. Vou dar tudo dentro do campo como sempre fiz. Às vezes as coisas podem não sair bem tecnicamente, mas a vontade vai estar lá e nunca vou desistir. Podem ter a certeza de que vão ter de contar connosco até ao fim.”





Supply hyperlink

Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial