A BOLA desvenda, esta segunda-feira, mais pormenores apurados depois de contactadas várias testemunhas que presenciaram a discussão em campo entre Paulo Sérgio e Sérgio Conceição. Versão semelhante corria ontem também nas redes sociais, diga-se.

 

Dois minutos depois de Fali Candé ter marcado o golo do empate dos algarvios, Otávio sofreu falta de Anzai à entrada da grande área dos locais, aos 66’, lance do qual resultaria o autogolo de Samuel, na sequência de livre cobrado por Sérgio Oliveira. A troca azeda de palavras entre os dois técnicos – que reproduzimos em seguida embora não ipsis verbis na totalidade – iniciou-se exatamente quando Rui Costa assinalou a referida infração.

 

Paulo Sérgio (PS) – Oh, Rui [Costa]! Onde é que isto é falta? Não é falta em lado nenhum!

 

Sérgio Conceição (SC) – Agora queres mandar nos árbitros? Tens a mania que mandas nesta m… toda. És um palhaço!

 

PS – Estás a falar comigo? Olha que eu não sou igual aos outros, tu comigo falas baixinho, pianinho, eu não sou como os outros com quem fazes o que queres.

 

SC –  Falo contigo como eu quiser, c…!

 

PS – Oh anão do c…! Comigo baixas a bolinha, ouviste?

 

Por esta altura, o FC Porto preparava a marcação do livre, o Portimonense organizava a barreira e os dois treinadores – já admoestados com cartão amarelo – pararam de discutir concentrando-se apenas na partida. Mas assim que a bola balançou as redes, o bate-boca continuou.

 

SC – Fala agora, c…, fala agora, c… Chupa!

 

PS – Oh anão do c…, não falas assim para mim, já te avisei!

 

SC – Já falamos então, espera que já falamos!

 

PS – Então vamos lá falar!

 

Leia mais na edição impressa ou digital de A BOLA



Supply hyperlink

Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial