A Taça de Portugal de voleibol feminino decide-se este fim de semana no Centro de Desportos e Congressos de Matosinhos. Na primeira meia-final, agendada para as 14 horas deste sábado (A Bola TV), a AJM/FC Porto mede forças com o Sporting. Depois de vencerem a fase common do campeonato, com dois pontos de vantagem sobre as leoas, as voleibolistas azuis e brancas ambicionam revalidar o título na Taça. Para isso, as portistas terão de vencer o Sporting pela terceira vez esta temporada no arranque da closing 4 competição. Se o fizerem, as atletas dos Dragões marcam encontro com o Porto Vólei ou o Leixões na decisão da prova. Na véspera do clássico, Rui Moreira marcou presença no Universo Porto Jornal para garantir que a AJM/FC Porto se encontra “tremendous motivada”, “num ascendente físico muito grande” e preparada “técnica e taticamente”. Portanto, e de acordo com o técnico, as detentoras do troféu vão entrar preparadas para tudo: “Podem contar connosco”.

A AJM/FC Porto
“Neste momento a equipa encontra-se tremendous motivada, num ascendente físico muito grande e estamos preparados técnica e taticamente. Estamos a chegar ao closing da época, aos momentos de decisão, ao play-off e à closing 4 da Taça, por isso temos que estar bem nesta altura e penso que podem contar connosco.”

A Taça de Portugal
“É uma competição diferente. Não é por acaso que costumam aparecer algumas surpresas na Taça de Portugal. É fruto desse cariz a eliminar que a prova tem. Isso pode acontecer connosco ou com qualquer outra equipa. Nós sambemos que nesta casa, neste clube, a nossa máxima é jogar para ganhar. Por isso vamos para esta competição para tentar conquistá-la. Mas sabemos que, para isso, temos de ganhar amanhã. O nosso foco está aí, no jogo com o Sporting. Não justifica pensar no jogo de domingo sem ultrapassar o de sábado. Estamos preparados, a equipa está pronta e penso que temos capacidade para atingir os nossos objetivos.”

O Sporting
“É uma equipa que tem boas servidoras, boas recebedoras e dá muito quantity de jogo por ter boa capacidade de transição. Mas a nossa equipa também. Nessas três ações a equipa do Sporting é forte nós também temos boas executantes. Acho que o jogo por aí vai ser equilibrado. É uma prova a eliminar, as individualidades aparecem sempre. Nós temos boas jogadoras, boas executantes e certamente que elas estarão preparadas para fazer a diferença.”





Supply hyperlink

Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial