Técnico diz que equipa técnica vai ao pormenor na análise, mas são os jogadores que decidem

Para lá de ter tecido rasgados elogios aos seus jogadores, Sérgio Conceição explicou ainda o livre de Sérgio Oliveira, revelando que para aquele momento estavam previstos três tipos de soluções.

“A nossa função é observar todos os pormenores do adversário. Naquele livre frontal tínhamos três situações para o fazer. O Sérgio optou por aquela, os jogadores já dentro é que tomam a decisão. Foi uma decisão acertada, percebendo que a bola indo à baliza é mais fácil fazer golo. É preciso rematar. Na equipa técnica vamos ao pormenor para dar os elementos aos jogadores, mas eles lá dentro é que decidem. Temos muitas combinações”, disse, à TVI24.

Relacionadas

O técnico portista deixou ainda elogios aos mais jovens do plantel, isto quando questionado sobre dois pesos pesados do plantel. “Pepe, o Sérgio… O Sérgio comigo jogou alguns anos na Champions. O Pepe está habituado a isto. Mas eu quero frisar todos os outros. O Zaidu, por exemplo, há dois anos estava no Mirandela. O Loum teve poucas oportunidades na Champions. O Sarr estava na equipa B do Chelsea. Muitos jovens com inexperiência, o que realça mais o trabalho da equipa a defrontar um colosso como a Juventus. Isso realça ainda mais a qualidade da equipa”.

E quanto aos ‘quartos’ da Champions, até onde pode chegar o FC Porto? “Neste moemtno pode ir até Portugal. Vamos todos rezar para que o voo corra bem”, atirou entre risos.

Por File





Supply hyperlink

Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial