Redação

Tópicos

Dragões assinalam méritos da passagem aos quartos de closing da Champions através da publication do clube.

A derrota em Turim foi saborosa para o FC Porto e a passagem aos quartos de closing da Liga dos Campeões ficou garantida: como tal, esta quarta-feira, o clube azul e branco recorreu às publication “Dragões Diário” para assinalar algumas das notas a ter em conta da noite de terça-feira, em Itália.

“Dúvida? Não, mas luz, realidade: o FC Porto é uma das oito melhores equipas da Europa. O sonho que na luta amadurece concretizou-se. Pela frente estava uma equipa que só ganhou nove campeonatos de Itália nos últimos nove anos, que tem um plantel que teoricamente vale quase o triplo do do FC Porto e que tem como principal estrela um goleador que é um dos melhores jogadores da história do futebol”, assinala o emblema da Invicta, que destaca três nomes e aponta para o papel do FC Porto na representação do futebol português nas provas europeias.

“Deram tudo por nós esses atletas. O Marchesín, que defendeu tudo o que pôde. O Pepe, que fez 18 cortes, ganhou todos os duelos aéreos e é um capitão à Porto. O Sérgio Oliveira, que marcou os dois golos e é outro capitão à Porto. Toda a mocidade invicta, todos os heróis que transportaram os nossos sonhos naquele relvado. Eles são sempre heróis, são sempre portugueses, mesmo quando nasceram em terras distantes e têm os passaportes mais diversos. Graças a eles, Portugal period o único país que não os dos cinco principais campeonatos da Europa que tinha um representante nos oitavos da Champions. Graças a eles, continuará a ser o único, pois claro, nos quartos”, remata o FC Porto.





Supply hyperlink

Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial