Há exatamente 17 anos, em 9 de março de 2004, José Mourinho protagonizou momento que ficou na história do futebol, mas muito em especial na do FC Porto. Foi em Outdated Trafford, depois do golo de Costinha, em cima do apito remaining, que apurou os azuis e brancos para os ‘quartos’ da Liga dos Campeões: o treinador português não conteve a euforia, saltou do banco e correu, junto à linha, para festejar com os jogadores.

 

Seria um dos momentos marcantes na caminhada dos dragões rumo à conquista do troféu, na remaining de Gelsenkirchen, diante do Mónaco.

 



Supply hyperlink

Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial