O Presidente da República expressou consternação pelo falecimento de Alfredo Quintana, que estava internado no Hospital de São João e não resistiu às lesões provocadas por uma paragem cardiorrespiratória no treino de segunda-feira.

Marcelo Rebelo de Sousa salientou que o andebolista “granjeou um invulgar respeito e admiração entre os seus pares”, fosse no FC Porto ou na seleção nacional, acrescentando que o andebol e o desporto português “ficam mais pobres com esta partida que a todos consterna”.

O chefe de Estado dirigiu ainda “à família enlutada, ao Futebol Clube do Porto e à Federação Portuguesa de Andebol as mais sentidas condolências”.





Supply hyperlink

Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial