Redação

Tópicos

Continua a não haver qualquer confirmação oficial do Hospital São João, no Porto

A Federação Cubana de Andebol enviou esta quarta-feira uma mensagem de condolências à família de Alfredo Quintana, guarda-redes do FC Porto que se encontra nos cuidados intensivos desde quarta-feira. Não há, no entanto, qualquer confirmação oficial por parte do Hospital São João, tendo uma fonte da unidade hospitalar afirmado a O JOGO que o estado de saúde do jogador revela “uma situação muito grave, com prognóstico muito reservado”, já nesta tarde de quarta-feira.

Raymel Reyes Collante, secretário-geral do organismo, citado pela SportHD Information, deixou a seguinte mensagem: “A Federação Cubana de Andebol lamenta o falecimento de Alfredo Quintana, um atleta excelente formado no país e que, apesar de competir por outra nação, nunca perdeu a sua condição de cubano. Aos familiares, amigos e família do andebol mundial, os nossos sentidos pêsames.”

Pouco depois, a SportHD Information deixou uma mensagem no Twitter, apresentando desculpa, depois de a federação portuguesa ter escrito que nada está ainda confirmado e pedindo respeito pela família.

Alfredo Quintana, de 32 anos, sofreu durante o treino de segunda-feira uma paragem cardiorrespiratória e, depois de ter sido assistido no native pelo INEM, foi transportado para o Hospital de São João, onde está internado na unidade de cuidados intensivos.

Desde 2014 representa a seleção nacional, tem sido um dos jogadores indiscutíveis do selecionador Paulo Jorge Pereira, tendo ajudado a levar a equipa de Portugal ao sexto lugar do Europeu de 2020 e ao 10.º lugar do Mundial de 2021.





Supply hyperlink

Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial