Redação

Tópicos

Clube de formação do mais recente reforço do FC Porto em êxtase pela verba a que tem direito

A transferência de Pepê para o FC Porto, oriundo do Grémio, promete dar uma nova vida ao Foz do Iguaçu, clube da formação do jogador está inativo desde 2019

O emblema do estado do Paraná tem direito a receber 38,6 (5,88 milhões de euros) dos 98,1 milhões de reais (15,5 milhões de euros) pagos pelo jogador, segundo o GloboEsporte, de tal forma que o presidente Arif Osman já faz planos.

A equipa vai voltar este ano na terceira divisão da Federação Paranaense de Futebol, apontando ao regresso à elite do estadual em 2023 e à série B do Brasileirão em 2026!

“O Foz jogará três competições de base, sub-15, 17 e 19, em 2021. O projeto é chegar em 2023 na primeira do estadual e, em 2026, estar na Série C ou B do Brasileirão. Mas papel aceita tudo. A realidade é dura”, afirmou à referida publicação, acrescentando que quer captar jovens para que o caso Pepê não seja isolado.

O que é certo é que a verba gerou entusiasmo entre os adeptos do Foz do Iguaçu, que, em tom de brincadeira, vão fazendo planos para o clube nas redes sociais.





Supply hyperlink

Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial