O FC Porto é, hoje, um clube batido em finais europeias e respeitado na Europa. Mas nem sempre foi. Como todos, um dia foi virgem nestas andanças – e foi nesse dia, no longínquo ano de 1984, que os jogadores portistas deixaram de ganhar 500 contos cada um, maquia prometida pelo clube em caso de triunfo na remaining da Taça das Taças. A culpa foi da Juventus – e, há quem diga, do árbitro desse jogo –, equipa que o FC Porto encontra agora, 37 anos depois, na primeira mão dos oitavos-de-final da Liga dos Campeões.



Supply hyperlink

Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial