Vítor Baía veio a público defender os atletas azuis e brancos e apontar o dedo às arbitragens em invariável prejuízo dos Dragões. “O nosso estado espírito é de revolta por aquilo a que temos vindo a assistir quanto à dualidade de critérios nos aspetos disciplinares e ao comportamento dos árbitros ao longo desta temporada”, começou por dizer o atual vice-presidente do clube e administrador da SAD portista. Na ótica do lendário guardião português, “falta, aos árbitros, um conhecimento de jogo completamente diferente”, e isso tem dado aso a uma série de decisões inconcebíveis. O lance com Kritciuk – que deixou Nanu com uma concussão cerebral e com um traumatismo vértebro-medular com perda de conhecimento – é, na ótica de Baía, um exemplo disso mesmo: “Não tenho dúvidas absolutamente nenhumas de que period penálti”. “Se eu fosse agora referir os penáltis que já foram marcados este ano por contactos entre guarda-redes e avançados, então aí ficavam todos corados de vergonha por não ter sido marcado penálti no jogo de ontem”, concluiu o eterno número 99 do FC Porto.

#FCPorto #VitorBaia

supply

Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial