Redação

Tópicos

Avançado iraniano pediu desculpas pela expulsão aos 73 minutos de clássico. Antes, ainda no primeiro tempo, marcou o golo do FC Porto, que acabaria por fixar o resultado remaining.

Mehdi Taremi viveu uma montanha-russa de emoções no clássico de sexta-feira entre FC Porto e Benfica, que terminou empatado (1-1).

Na primeira parte, o avançado iraniano marcou o golo dos dragões, que restabeleceu a igualdade depois de Grimaldo adiantar o Benfica no reduto azul e branco.

Já no segundo tempo, aos 73 minutos, Taremi foi expulso na sequência de uma entrada sobre Otamendi. Luís Godinho começou por exibir o cartão amarelo ao ex-Rio Ave, mas, após consulta do VAR e das imagens do lance, deu ordem de expulsão. Algo que motivou um pedido de desculpas do ponta de lança portista nas redes sociais:

“Peço imensa desculpa a todos os meus colegas, equipa técnica, a todos os adeptos do FC Porto e equipa de arbitragem pelo meu cartão vermelho. A minha intenção foi jogar a bola e nunca lesionar o jogador do Benfica. Sinto uma enorme tristeza neste momento por deixar o FC Porto com 10 jogadores numa altura tão essential do jogo”, escreveu Taremi no Twitter. Já na manhã deste sábado, nova publicação do internacional iraniano, com uma galeria de fotografias da partida e uma mensagem clara: “Em Portugal, sempre azul e branco”, assinalou o jogador do FC Porto.





Supply hyperlink

Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial